Sobrevivo


22/01/2010


And so it goes

In every heart there is a room
A sanctuary safe and strong
To heal the wounds from lovers past
Until a new one comes along

I spoke to you in cautious tones
You answered me with no pretense
And still I feel I said too much
My silence is my self defense

And every time I've held a rose
It seems I only felt the thorns
And so it goes, and so it goes
And so will you soon I suppose

But if my silence made you leave
Then that would be my worst mistake
So I will share this room with you
And you can have this heart to break

And this is why my eyes are closed
It's just as well for all I've seen
And so it goes, and so it goes
And you're the only one who knows

So I would choose to be with you
That's if the choice were mine to make
But you can make decisions too
And you can have this heart to break

And so it goes, and so it goes
And you're the only one who knows

(Billy Joel)

Escrito por Uma alma incompleta às 13h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

08/01/2010


faço em notas minha espera
não importa o quanto falte
não importa o tempo que passe
sempre haverá uma melodia
que te lembre
que te desenhe
que mostre teu cheiro
uma canção que cante a sua voz
um nascer de sol
desenhado em música

Escrito por Uma alma incompleta às 10h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/11/2009


motivos

invento noites
invento luas
invento motivos pra te ver

quando te vejo
esqueço do tempo
esqueço de mim com o tempo
um barco a velas
perdido no espaço
em seu rumo diário

o amor é uma correspondência
sem destinatário...

Escrito por Uma alma incompleta às 13h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/11/2009


meu nada

agora parto em direção ao meu nada
quando ao vazio chegar
não tiver onde ir
o que fazer
o que dizer
sei que aí vou me encontrar

Escrito por Uma alma incompleta às 12h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/09/2009


IN

incompleto
insano
incerto
insosso
insatisfeito
indigno
infeliz

Escrito por Uma alma incompleta às 12h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

15/09/2009


mente

tenho que pensar
tenho que compor
enquanto a mente vaga
vagamente

enquanto espera
enquanto evita
enquanto mente
automaticamente

sem pensar
nem sente
que vez enquando
mesmo que tente
tenha em mente
que a mente mente

Escrito por Uma alma incompleta às 08h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

14/09/2009


vim para levar almas
meu mundo não é este
minha missão se perdeu

quando vi teus olhos
achei que me amava
achei que alguém em mim pensava

vou te proteger do frio
da dor te farei esquecer
no escuro te guiarei

e quando você de mim precisar
mesmo que não me peça
mesmo que não queira
aqui estarei

o sol vai se por
a noite vai chegar
a lua dança seu balé
no palco do céu

as estrelas são testemunha
do seu corpo iluminado
a luar
quente
ardente

não vou tocar
vou apenas olhar
minhas mãos não suportariam
sua pele encostar

quando humano for
quando humano me tornar
e um dia te encontrar
você não vai me reconhecer
vai desejar me esquecer

e a mim nem recompensa
nem dor
nem alegria sentirei
apenas seguirei

levando a certeza
de que te amo
e sempre te amarei

Escrito por Uma alma incompleta às 13h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

11/09/2009


Meu mundo ficaria completo

Não é porque eu sujei a roupa bem agora que eu já estava saindo
Nem mesmo porque eu peguei o maior trânsito e acabei perdendo o
cinema

Não é porque não acho o papel onde anotei o telefone que eu tô precisando
Nem mesmo o dedo que eu cortei abrindo a lata e ainda continua sangrando

Não é porque fui mal na prova de geometria e periga d'eu repetir de ano
Nem mesmo o meu carro que parou de madrugada só por falta de gasolina
Não é por que tá muito frio, não é por que tá muito calor

O problema é que eu te amo
Não tenho dúvidas que com você daria certo
Juntos faríamos tantos planos
Com você o meu mundo ficaria completo
Eu vejo nossos filhos brincando
E depois cresceriam e nos dariam os netos

A fome que devora alguns milhões de brasileiros
Perto disso já não tem importância
A morte que nos toma a mãe insubstituível de repente dela, já nem me lembro
A derrota de 50 e a campanha de 70 pertem totalmente seu sentido
As datas, fatos e aniversariantes passam
Sem deixar o menor vestígio
Injúrias e promessas e mentiras e ofensas caem fora pelo outro ouvido
Roubaram a carteira com meus documentos
Aborrecimentos que eu já nem ligo
Não é por que eu quis e eu não fiz
Não é por que não fui
E eu não vou

O problema é que eu te amo
Não tenho dúvidas que eu queria estar mais perto
Juntos viveríamos por mil anos
por que o nosso mundo estaria completo
Eu vejo nossos filhos brincando com seus filhos
E depois nos trariam bisnetos

Não é porque eu sei que ela não virá que eu não veja a porta já se abrindo
E que eu não queira tê-la, mesmo que não tenha a mínima lógica nesse raciocínio
Não é que eu esteja procurando no infinito a sorte
Para andar comigo
Se a fé remove até montanhas, o desejo é o que torna o irreal possível
Não é por isso que eu não possa estar feliz, sorrindo e cantando
Não é por isso que ela não possa estar feliz, sorrindo e cantando
Não vou dizer que eu não ligo, eu digo o que eu sinto e o que eu sou

O problema é que eu te amo
Não tenha dúvidas pois isso não é mais secreto
Juntos morreríamos, pois nos amamos
E de nós o mundo ficaria deserto
Eu vejo nossos filhos lembrando
Com os seus filhos que já teriam seus netos

Composição: Nando Reis
Intérprete: Cássia Eller

Escrito por Uma alma incompleta às 21h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

26/08/2009


Beleza e Canção

Nada de novo no meu mundo
Eu vivo o segundo
Meu tempo é o meu lugar

Nada me tira do meu rumo
Eu sigo o meu prumo
O meu jeito de ser

Nada espero que não tenha
O que vier que venha
Sem me atropelar

Tudo que quero é o mar aberto
É ter você bem perto
Olhar no seu olhar

Tudo é novo no meu mundo
Se seu sono profundo
Entrar no meu sonhar

Sua beleza me domar
Sua beleza me amar

Toda beleza é um espinho
Se ela está sozinha
Sem ninguém desfrutar

Toda beleza é tristeza
Se não tem a certeza
De alguém comtemplar

Toda beleza é uma chama
Que, acende e inflama
Paixão de encontrar

Toda beleza é uma alegria
Que incendeia o dia
Faz a vida cantar

Tudo é belo no meu mundo
E cabe no meu canto
No meu tempo e lugar

Tudo é claro no caminho
Se não estou sozinho
E alguém vai me guardar

Nada de novo no meu mundo
E o sol a cada dia
Na noite a escuridão

Tudo de novo no meu mundo
Comigo eu carego
Beleza e canção

Composição: Milton Nascimento

Escrito por Uma alma incompleta às 14h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

19/08/2009


Viver de Amor

Quem quis me ferir
Ficou assim
Não aprendeu perdoar
Morrer de amor até o fim
Não brinque de esconder

Não fica bem
Você mentir depois de jurar
Desperdiçar
O tempo de tentar morder
E provar de amor e não largar
Pra tentar conhecer

Quem olha pra mim
Me vê feliz
Não sabe o que é duvidar
Viver de amor até o fim
Não quero mais chorar

Sem perceber
Jogar a vida inteira no ar
Saber de cor
Viver do jeito que se quer
E morrer de amor e não ligar
Pra tentar esquecer

Composição: Toninho Horta e Ronaldo Bastos

Escrito por Uma alma incompleta às 15h22
[ ] [ envie esta mensagem ]

02/07/2009


Love is a lonely room...

Escrito por Uma alma incompleta às 14h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

19/05/2009


partindo

longe se vai o trem
na distância da solidão
da música esquecida

apita a maria fumaça
no vagão escuro
da alma que se vai perdida

Escrito por Uma alma incompleta às 14h04
[ ] [ envie esta mensagem ]

09/01/2009


Gol anulado

Quando você gritou mengo
no segundo gol do Zico
tirei sem pensar o cinto
e bati até cansar.
Três anos vivendo juntos
e eu sempre disse contente:
minha preta é uma rainha
porque não teme o batente,
se garante na cozinha
e ainda é Vasco doente.
Daquele gol até hoje
o meu rádio está desligado
como se irradiasse
o silêncio do amor terminado.
Eu aprendi que a alegria
de quem está apaixonado
é como a falsa euforia
de um gol anulado.

Composição: João Bosco / Aldir Blanc

 

Escrito por Uma alma incompleta às 15h05
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/12/2008


farei uma lista
das pessoas que me esqueceram
das que fizeram questão de me esquecer
das que nunca lembraram de mim
das outras que nunca irei conhecer
e talvez de algumas que me esqueci...
talvez eu quis esquecer...
é... não vai sobrar muita gente...

Escrito por Uma alma incompleta às 15h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

meu Deus me tira daqui
já que esse sofrimento não sai de mim
me leva desse mundo
essa dor que não quer passar
cada vez mais forte...
não vou aguentar...

Escrito por Uma alma incompleta às 13h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Música, Arte e cultura, Fotografia